Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2008

Novo Livro de Daniel Munduruku

Todas as coisas são Pequenas
Editora Arx, 2008.





Carlos, um homem amargurado pela vida, frio e materialista, começa uma nova jornada após a notícia da morte de sua mãe. Ao voar de São Paulo para o sertão de Mato Grosso, contra sua própria vontade, ele se depara com um destino inesperado, capaz de mudar sua realidade e a de todos à sua volta. Um acidente com seu avião particular o lança para uma jornada de reencontro com seus valores mais positivos.
Sobre o autor:

MUNDURUKU, DANIEL
Daniel Munduruku nasceu em Belém, PA, filho do povo indígena Munduruku. Formado em Filosofia, com licenciatura em História e Psicologia, integrou o programa de pós-graduação em Antropologia Social na USP. Lecionou durante dez anos e atuou como educador social de rua pela Pastoral do Menor de São Paulo. Entre outras atividades, participa ativamente de palestras e seminários destacando o papel da cultura indígena na formação da sociedade brasileira.






TODAS AS COISAS SAO PEQUENAS
Conceito do Leitor: Seja o primeiro a op…

Entre a cruz e a espada: A presença missionária em terra indígena e o Estado Laico.

“¿Qué ha significado la aceptación de la fe cristiana para los pueblos de América Latina y del Caribe? Para ellos ha significado conocer y acoger a Cristo, el Dios desconocido que sus antepasados, sin saberlo, buscaban en sus ricas tradiciones religiosas. Cristo era el Salvador que anhelaban silenciosamente (...). haber recibido el Espíritu Santo que ha venido a fecundar sus culturas, purificándolas y desarrollando los numerosos gérmenes y semillas que el Verbo encarnado había puesto en ellas (...) En efecto, El anuncio de Jesús y de su evangelio no supuso, en ningún momento, una alienación de las culturas precolombinas, ni fue una imposición de una cultura extraña”. (Discurso do papa Bento XVI na abertura da V Conferencia Geral do Episcopado Larino Americano e do Caribe, em Aparecida no dia 13/05/2007)

Introduzindo a questão
É sabido desde há muito tempo que o trabalho missionário que os Jesuítas vieram desenvolver no Brasil quinhentista tinha um cunho político. Vieram para conseguir a…

Aumenta o desmatamento na terra indígena yanomami

O desmatamento aumentou nos últimos meses na reserva dos índios yanomami, localizada na região oeste de Roraima, quase na divisa com o Estado do Amazonas, segundo o tesoureiro da Hutukara Associação Yanomami (HAY), Dário Vitório Xirixana. Ele não soube quantificar esse desmatamento, mas adiantou que os índios vêm relatando que uma quantidade maior de árvores está sendo derrubada e queimada.

Segundo Dário Xirixana, na área localizada próxima da ilha de Maracá, perto dos municípios de Caracaraí e Mucajaí, a situação estaria mais crítica em relação ao desmatamento.

Dário Xirixana denunciou o problema à Fundação Nacional do Índio (Funai), quando ele e mais quatro líderes indígenas estiveram em Brasília, esta semana, visitando diversos órgãos federais como Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Ministério Público Federal e Congresso Nacional. A comitiva pediu providências da Funai para coibir os desmatamentos e outras situações que estão prejudicando os índios nas aldeias.

Durante a visita à Ca…