Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2009

Vídeo Índio Brasil acontece em agosto na Capital

O Pontão de Cultura Guaicuru realizará o Vídeo Índio Brasil 2009 no período de 10 a 16 de agosto que contará produções de cineastas de todo o Brasil com produções indígenas e não indígenas de curta, média e longa-metragem interessados em compor a programação do evento.que promove a reflexão e o debate sobre como os povos indígenas são tratados nos conteúdos audiovisuais produzidos no país e busca valorizar e instrumentalizar as iniciativas que possibilitem melhor conhecimento do patrimônio indígena, além de contribuir para criar uma nova perspectiva cultural que fortaleça as relações entre índios e não-índios. A segunda edição pretende repetir o sucesso do ano passado com mostra de filmes,debates, oficinas de produção audiovisual indígena, exposição fotográfica e seminário em Campo Grande, Corumbá, Dourados, Caarapó, Sidrolândia e Bonito, em Mato Grosso do Sul, como forma de estímulo a expressão cultural da segunda maior população indígena do Brasil e a sua difusão para a …

Países Amazônicos preparam políticas de proteção aos Conhecimentos Tradicionais dos Povos Indígenas

India Karota: anciã centenária da etnia Waiãpi do Amapá
Ministros e autoridades governamentais dos oito países que integram a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) - Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela – se reunirão entre os dias 4 e 6 de agosto, em Paramaribo, capital do Suriname, para trocar experiências governamentais, desafios práticos e promover ações conjuntas de proteção aos conhecimentos tradicionais dos povos indígenas e outras comunidades tribais da Amazônia.
A Oficina Regional Amazônia sobre Conhecimentos Tradicionais dos Povos Indígenas e Outras Comunidades Tribais será realizada com o apoio do governo do Suriname, anfitrião do evento. A partir do encontro, a Secretaria Permanente da OTCA (SP/OTCA) espera obter recomendações para uma Agenda Regional Indígena de contemple ações de conservação e proteção aos conhecimentos ancestrais desses povos.

A Oficina foi programada em cumprimento ao mandato rece…

Entrevista com Gersem Baniwa

Entrevista com Gersem Baniwa, realizada em 2008 através do programa "Trilhas de Conhecimento o ensino superior de indígenas no Brasil" do Museu Nacional.

Governo lança Território da Cidadania Indígena na Raposa Serra do Sol

Agência Brasil

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Márcio Meira o secretário nacional do desenvolvimento territorial do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Humberto Oliveira, e o coordenador executivo do comitê gestor do governo federal em Roraima, José Nagib Lima,
partiram no início da tarde de hoje (26) para as Terras Indígenas Raposa Serra do Sol e São Marcos (RR) para o lançamento do Território da Cidadania Indígena. O objetivo do programa é trabalhar o desenvolvimento sustentável da região, levando em conta as características dos indígenas. Nosso maior desafio é construir com essas comunidades um programa de agrodesenvolvimento. Para isso, tem que ouvi-las, elas têm que colocar as necessidades num papel, para o governo federal entrar com todo o aporte logístico para poder garantir essas políticas. Elas passam pelo campo da cultura, da educação e do d esenvolvimentosocioeconômico, afirmou Nagib Lima.
Ele disse que o governo federal está cumprindo o que foi determin…

Os indígenas não são mais atores coadjuvantes. Entrevista especial com Gersem Baniwa

foto: UFGD
As alianças entre os povos indígenas da América Latina prometem a formação de “uma grande aliança ameríndia baseada numa consciência ameríndia continental”, acredita o antropólogo e liderança indígena Gersem Baniwa. Para ele, esta é uma “aliança pan-étnica estratégica” com capacidade de “potencializar experiências nacionais, ou mesmo locais, para a consolidação e garantia dos direitos e da cidadania indígena nos marcos dos estados nacionais, frente aos grandes interesses políticos e econômicos hegemônicos”. Em seu ponto de vista, o que os povos indígenas querem é respeito aos seus direitos, “principalmente o direito de viver conforme suas tradições e culturas e o direito de acesso a serviços públicos, como qualquer cidadão pleno”. Nenhum povo indígena quer apropriar-se da “tal soberania nacional”, alfineta Gersem. Ele analisa, também, que a novidade do movimento indígena na América Latina, é que os indígenas não aceitam nem toleram mais ser tratados como atores coadjuvantes …

Relator da ONU considera grave situação de índios na Colômbia

REUTERS BOGOTÁ - O relator especial da ONU, James Anaya, qualificou na segunda-feira como "grave, crítica e profundamente preocupante" a situação dos direitos humanos dos indígenas na Colômbia, em meio ao prolongado conflito armado do país.

Anaya destacou algumas iniciativas em matéria de saúde e educação em prol dos cerca de 87 povos indígenas colombianos, mas disse que é preciso consolidá-las e assegurá-las.

"O relator especial convoca o governo a tomar as medidas necessárias para que as iniciativas relacionadas com os povos indígenas sejam efetivas, adequadas e consultadas com os povos indígenas", afirmou ele em nota divulgada ao final de uma visita de cinco dias.

A Colômbia enfrenta a mais prolongada guerra civil das Américas, que já deixou milhões de desabrigados e milhares de mortos entre civis.

No começo de 2009, a guerrilha Farc, a principal do país, foi acusada de cometer um massacre contra 27 índios da etnia awá, no sul do país.

Anaya …

Índios fazem leituras de artefatos Kayapó em oficina no Pará

Fonte: MPEG

Foto: divulgação BELÉM - Representantes das aldeias Kikretum e Moikarakô, do povo indígena Mebêngôkre-Kayapó – grupo que está distribuído entre várias aldeias no Sul do Pará e no Norte do Mato Grosso – estiveram no Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) para a realização da oficina “Mebêngôkre-Kayapó: um encontro com os objetos do passado”. O evento foi realizado no período de 21 e 25 de julho.

Resultado de uma parceria entre a Coordenação de Ciências Humanas do Museu e os Kayapó, a oficina promoveu o encontro entre esse povo e artefatos de sua cultura material que estão sob guarda na Reserva Técnica Curt Nimuendajú, pertencente ao MPEG.

- A proposta é fazer um diálogo entre as leituras das peças, sobre sua função e sentido. Além disso, contribui para comprovar que o acervo não é algo estático-, explicou Glen Shepard, curador das coleções etnográficas da Reserva Técnica.

Registro

Uma das principais finalidades da oficina foi enriquecer o conhecimento sobre o povo Mebêngôkre- Kayapó…

Povos indígenas terão sistema próprio de acesso aos benefícios previdenciário

Redação 24 Horas News Com agências

O ministério da Previdência Social e a Funai assinaram, nesta quarta-feira (22/07/09), termo de cooperação técnica que garantirá o acesso aos direitos previdenciários para os povos indígenas, de forma automática, por meio de sistema integrado, agilizando a concessão dos benefícios a essa parcela dos segurados especiais. O ministro da Previdência, José Pimentel, e o presidente da Funai, Márcio Meira, assinaram o documento durante a abertura da reunião do Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS), que também contou com a participação do senador Augusto Botelho – PT/RR, como testemunha. Márcio Meira avaliou o acordo como um momento de revolução. “É o início de um processo de mudança para os povos indígenas. Como se saíssemos do século XIX, onde se escreviam em “livrões”, direto para o século XXI, com um sistema informatizado e uma tecnologia avançada. A parceira da Funai com o Ministério da Previdência, o INSS, o Dataprev, é uma conexão. Agora estam…

Secretaria da Cultura de Cuiabá recebe projetos culturaisCuiabá

Várzea Grande, 24/07/2009 - 13:17.
Da Redação

Atenção profissionais da cultura: a Secretaria da Cultura de Cuiabá está recebendo projetos nos seguintes segmentos Formação em Gestão Cultural; Artes Visuais (artes plásticas, fotografias e esculturas); Artes Cênicas (teatro, dança e circo); Música; Patrimônio Histórico; Audiovisual; Literatura; Comunicação e Artes Digitais; Artes Integradas; Gêneros (LGBT, afro-descendentes e arte indígena); Artesanato e Pesquisa da Cadeia Produtiva da Cultura.
Os projetos buscam atendar o Plano Municipal de Cultura, cujos objetivos são mapeamento das atividades e dos agentes culturais no território de Cuiabá; restauração e revitalização do patrimônio histórico cultural material e imaterial de Cuiabá; revitalização e operacionalização do Museu do Rio Cuiabá – Hid Alfredo Scaff, do Museu da Imagem e do Som de Cuiabá – Lázaro Papazian, da Biblioteca Pública Municipal – Manoel Cavalcanti Proença, do Espaço Cultural Silva Freire, da Galeria Municipal – Ronaldo …

Amazonas realiza domingo primeiro vestibular para licenciatura intercultural indígena

A educação escolar indígena no Brasil ganhará um importante reforço no próximo domingo (26), com a realização do primeiro vestibular especial da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) para o curso de licenciatura intercultural indígena. Mais de 28 mil candidatos estão inscritos para participar do concurso que oferece 2,6 mil vagas, sendo 70% dessas destinadas a candidatos (índios ou não índios) que exerçam a docência em escolas indígenas, mas que ainda não têm graduação.
Segundo a reitora da UEA, Marilene Corrêa, o curso é aprovado pelo Ministério da Educação e será oferecido anualmente. Ela explicou à Agência Brasil que o projeto faz parte de uma política universal indígena que inclui a formação para pesquisa e também extensão universitária. O vestibular será realizado em uma etapa, com prova contendo 60 questões nas áreas de Língua Portuguesa; História; Geografia; Matemática; Física; Química; e Biologia. Para a reitora, o número de candidatos inscritos revela a importância do carát…

Inclusão digital: Índios tem a primeira aula em Porto Velho

Geral - , 24/07/09 08:00Na manhã de ontem, o Tribunal de Justiça de Rondônia iniciou o curso de capacitação para 12 jovens e adolescentes da tribo indígena Karitiana. As aulas fazem parte do projeto de Inclusão Digital do Judiciário estadual em parceria com o Senai. A iniciativa pioneira do TJRO levará aos índios conhecimentos básicos de informática por um mês. Após a capacitação, os alunos serão multiplicadores do que aprenderem na aldeia, que fica a cerca de 100 quilômetros de Porto Velho. Esse é um passo importante para a implantação do laboratório de informática na aldeia, que terá inclusive acesso à internet. O curso é ministrado por dois instrutores do TJ, no laboratório do Senai. Durante as aulas, os índios aprenderão como usar ferramentos como editor de texto e navegação pela internet.
Responsabilidade social
Para o instrutor Pedro Wilson, o trabalho será um grande desafio, mas repleto de oportunidades. "Olha, para ser sincero, é um grande aprendizado. Para mim, para os Ka…

Escolas indígenas serão reabertas em Roraima

Juliana Maya
Repórter da Rádio Nacional da Amazônia


Brasília - O governo de Roraima suspendeu a decisão que determinou o fechamento de dez escolas yanomami no início do mês. Com isso, cerca de 280 alunos devem voltar às aulas até a próxima segunda-feira. Os colégios foram fechados porque estão no estado do Amazonas, como foi detectado no último censo escolar. No entanto, um decreto presidencial permitiu que elas sejam reabertas.Ao tomar conhecimento do Decreto nº 6.861, o governo de Roraima resolveu rever a decisão. Isso porque o texto, de 27 de maio deste ano, define a organização da educação escolar indígena em territórios etnoeducacionais, que levam em consideração outros fatores além do territorial.De acordo com o secretário de Educação de Roraima, Dirceu Medeiros de Moraes, a definição dos territórios etnoeducacionais vai possibilitar a regularização da situação das dez escolas yanomami. Embora estejam em áreas pertencentes ao Amazonas, elas ficam mais próximas de Boa Vista, capi…

Acordo vai reconhecer direitos de indígenas na Previdência Social

Lorenço Canuto
Repórter da Agência Brasil


Brasília - A Fundação Nacional do Índio (Funai) firmou hoje (22) um termo de cooperação técnica com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), para cadastrar as populações indígenas de modo a estabelecer ações para o reconhecimento automático de direitos na Previdência Social.O ministro José Pimentel destacou em entrevista que a iniciativa envolveu "uma decisão política”, com foco na universalização da Previdência pública.

Ele informou que já foi firmado termo semelhante com o Ministério da Pesca, que vai beneficiar os pescadores artesanais, e também deverá se estender ao Ministério do Desenvolvimento Agrário, que cadastrará os trabalhadores da agricultura familiar, das comunidades quilombolas e dos setores extrativistas. O Ministério da Previdência Social pretende aumentar a adesão ao Sistema, também, dos posseiros e arrendatários, "tarefa que vai dar mais trabalho", segundo afirmou o ministro.O presidente da Funai, Márcio A…
Bibliotecas e Literatura Indígena

Livros Indígenas

Um seminário para debater políticas públicas para bibliotecas será realizado pelo Sistema Estadual de Bibliotecas, ao mesmo tempo que a Feira do Livro Indígena de Mato Grosso-FLIMT (6 e 10/10), no Centro Histórico de Cuiabá. Para a Feira Indígena já estão confirmadas as presenças de autores indígenas de todo o país. Durante a FLIMT, serão realizadas atividades como contação de mitos e lendas indígenas, oficinas, lançamentos, bate-papo com os autores e exposições voltadas para a temática indígena.

Helena de Tróia

A figura mítica de Helena de Tróia vai além do registro histórico. Bettany Hughes narra, em “Helena de Tróia – Deusa, Princesa e Prostituta” (Editora Record), que está chegando ás livrarias, a trajetória dessa personagem fascinante por meio das representações artísticas que a imortalizaram - da Ilíada de Homero a pinturas do início do século XX. A autora não pretende investigar a Guerra de Tróia, mas analisar diferentes fontes qu…

O ataque a vida e cultura dos povos indígenas

Para o povo Oro Wari, quando os trovões descem do céu, as crianças não podem sair para brincar. É preciso deixar o céu acalmar até que volte a foliade Porto Velho (RO) Para o povo Oro Wari, quando os trovões descem do céu, as crianças não podem sair para brincar. É preciso deixar o céu acalmar até que volte a folia. Os mais velhos contam que os trovões são a batucada de uma festa dos mortos regada a muita chicha (fermentado de milho) lá de baixo do rio Madeira.Os Oro Wari estão preocupados com o que pode acontecer com a implantação das usinas hidroelétricas de Jirau e Santo Antônio. "Os nossos parentes mortos estão felizes lá de baixo do rio. A gente pensa: e com a construção das hidroelétricas a empresa vai fechar a água vai atrapalhar tudo e perturbar o que tiver lá em baixo. Sem contar as explosões", reclama Eleazer Oro Wari. da terra indígena de Laje.Além da agressão cultural, o cacique de Eleazar, José Oro Wari ressalta outra grave preocupação dividida com outros 24 povo…

NOTICIAS DA FEIRA DE MATO GROSSO - PREPAREM-SE: VAI SER O BICHO!!!‏

Cultura começa os preparativos para a Feira do Livro Indígena de Mato Grosso

Da Assessoria

Divulgar a cultura indígena e a literatura de forma geral. Esses são alguns dos objetivos da Feira do Livro indígena de Mato Grosso-FLIMT, que será realizada entre os dias 6 e 10 de outubro, no Centro Histórico de Cuiabá.

Para a Feira indígena já estão confirmadas as presenças de autores indígenas de todo o país. Durante a FLIMT, acontecerão atividades como contação de mitos e lendas indígenas, Oficinas, lançamentos, bate-papo com os autores e exposições voltadas para a temática indígena. Junto ao evento, a Biblioteca Estadual Estevão de Mendonça realiza o Encontro de gestores municipais de bibliotecas públicas, que tem o objetivo de ampliar o diálogo com os municípios sobre as bibliotecas em cada localidade.

Com a Feira do Livro Indígena, a Secretaria de Estado de Cultura (SEC) busca também estabelecer um diálogo mais intenso entre as diferentes culturas existentes em Mato Grosso, já que o estado c…

Faculdade forma 90 índios de 22 etnias em MT

Primeira instituição do gênero na América do Sul formou 186 professores até agora. Educação indígena tem 12 anos JOSANA SALES
contato@agenciaamazonia.com.br
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
CUIABÁ, MT - A Faculdade Indígena Intercultural, ligada à Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat) forma esta semana 90 universitários indígenas oriundos de 22 etnias situadas em vários territórios indígenas. O presidente da Funai, Marcio Meira, prestigia o ato solene. A Faculdade Indígena Intercultural foi criada ano passado e é a primeira da América do Sul. A nova instituição que funciona desde 2007 foram incorporados vários cursos superiores ligados ao Programa de Educação Superior Indígena Intercultural (Proesi), coordenado pelo vice-reitor da Unemat, professor Elias Januário. Em 12 anos de Educação Superior Indígena, a escola formou 186 indígenas. "Com a criação da Faculdade Intercultural Indígena, estamos concluind…

Agenda de encontros indígenas em Ji-Paraná

19 julho, 2009 por Reportagem

De 20 a 25 de julho acontece a I Conferência Regional de Educação Escolar Indígena em Ji-Paraná. A conferência será realizada no CENTRER, BR 364, e deverá reunir lideranças, estudantes, professores e representações comunitárias dos povos indígenas para discutir amplamente as condições de oferta da educação intercultural indígena, buscando aperfeiçoar as bases das políticas e a gestão de programas e ações para o tratamento qualificado e efetivo da sociodiversidade indígena, com participação social.
As Conferências Regionais estão sendo realizadas em todo o Brasil e são espaços para que representantes dos povos indígenas, dirigentes e gestores dos Sistemas de Ensino, Universidades, FUNAI , entidades da sociedade civil e demais instituições reflitam e debatam a situação atual da oferta da educação escolar indígena e proponham encaminhamentos para a superação de inúmeros desafios.
As propostas definidas nas Conferências Regionais serão encaminhadas para a Confe…

Índios tapeba realizam Festival de Culinária

CEARÁÍndios tapeba realizam Festival de CulináriaBolo de carimã, aluá, patchã, mocororó e outras comidas indígenas podem ser degustadas no Festival de Culinária que termina hoje em Caucaia, no Centro de Produção Cultural TapebaRoberta Félix
Especial para O POVO
18 Jul 2009 - 00h50min
O povo tapeba se reúne hoje, de nove às 17 horas, no Centro de Produção Cultural Tapeba, em Caucaia, no 1º Festival de Culinária Indígena. Os visitantes poderão conhecer mais de dez pratos e bebidas diferentes, além da acompanhar a exposição de artesanato, os jogos indígenas e participar de brincadeiras interativas. A iniciativa foi motivada pela necessidade de reafirmar a presença dos índios em Caucaia, que são mais de 6 mil, segundo o coordenador do centro, Nailton Ferreira.

Despertam o apetite do visitante os bolos de batata, de macaxeira e de milho, patchã (uma farofa de massa de mandioca) e tapiocas recheadas com camarão ou passarinha (carne de boi temperada). Para saciar a sede, sucos, aluá, licor de ab…

Ministério e Funai discutem apoio de Pontos de Cultura Indígenas

17/07/2009 - Redação 24 Horas News

O Ministério da Cultura realizou nesta quinta-feira, 16 de julho, reunião com a Fundação Nacional do Índio do Ministério da Justiça (Funai/MJ) para avaliação da primeira etapa concluída do convênio que apoiará 30 Pontos de Cultura Indígenas selecionados para os estados do Acre, Amazonas, Mato Grosso, Rondônia e Roraima. O encontro serviu, ainda, para programar a próxima fase da ação que integra o Programa Mais Cultura, do MinC, que prevê implantar até 2010, em todo o país, 150 Pontos de Cultura Indígenas.
Para realização da primeira etapa, a Funai firmou termo de parceria com a ACMA – Rede Povos da Floresta, para realização de três Rodas de Conversa, principal estratégia para mobilizar, apresentar e validar as iniciativas pensadas junto às lideranças indígenas envolvidas.
De acordo com o gerente da Secretaria da Identidade e da Diversidade/MinC, Marcelo Manzatti, foi adotada uma série de cuidados técnicos e procedimentos administrativos, além de metodol…

Educação indígena significa a emancipação dos povos

15/07/2009 - 08:32:08

Se os índios não dominarem as técnicas de produção e transmissão de conhecimento, eles serão eternamente representados pela voz dos brancos. E para alcançar a autonomia de pensamento há um único caminho: a educação. A colocação feita por Teresinha Pereira da Silva, durante a abertura do I Congresso Brasileiro de Acadêmicos, Pesquisadores, e Profissionais Indígenas, na manhã desta terça-feira, resume o objetivo do encontro realizado na Universidade de Brasília.
Teresinha é índia potiguara de uma aldeia do semi-árido cearense. Graduada em Antropologia e com pós-graduação em Educação Indígena estava entre os cerca de mil índios, dos quatro cantos do Brasil, que chegaram à capital para o congresso. O reitor da UnB, professor José Geraldo de Sousa Junior, ressaltou o acolhimento à iniciativa como um fato marcante na reflexão sobre as questões indígenas. “No século XVII, o debate era se índio era gente ou não. Hoje, a luta é pelo reconhecimento de uma identidade sólida”,…

Governo de São Paulo abre quatro editais de incentivo

ATENÇÃO PARENTES DE SÃO PAULO!!!!!

SÃO PAULO - A Secretaria da Cultura abriu quatro editais de incentivo à cultura, no valor total de R$ 4,5 milhões, dentro do Programa de Ação Cultural (ProAC). As áreas contempladas são Cultura Indígena, Culturas Tradicionais, Difusão da Literatura e Festivais de Artes.O edital de Promoção da Continuidade da Cultura Indígena no Estado selecionará 14 projetos, oferecendo prêmio de R$ 18 mil para cada. Serão aceitos projetos de apresentações públicas de manifestações culturais; realização de atividades de transmissão do saber; publicação de livro; produção de registro audiovisual (em DVD); produção de registro musical (em CD); e manutenção da infra-estrutura da comunidade. As inscrições estão abertas até o dia 10 de setembro.Para o edital de Promoção da Continuidade das Culturas Tradicionais no Estado, serão selecionados 45 projetos, e cada um receberá um prêmio de R$18 mil. Já o edital de Apoio Cultural para a Difusão de Literatura deverá selecionar se…

Letras indígenas: arma para preservar culturas ancestrais

Enviado por Rachel Bertol -15/6/2009-7:00
Publicado no Blog do O Globo

Karú é o nome de um menino, em seu povo, escolhido para ser pajé. Tem entre 9 e 10 anos, e se pergunta o motivo de ter sido o escolhido. "Karú Tarú" (Edelbra), livro que o escritor indígena Daniel Munduruku lança no Salão FNLIJ do Livro para Crianças e Jovens, traz à tona os questionamentos do garoto. Mas se trata de uma criança indígena dos tempos atuais: que vê TV, domina o português e tem muitas vezes acesso a outros tipos de vida, como a das cidades - enfim, um índio que não se encontra mais isolado em sua aldeia como ainda supõe o clichê. Algo que persiste porque não se assimilou plenamente a ideia de que muitos indígenas, cultos ou não, podem viver entre os não indígenas trazendo as marcas de duas culturas, a da civilização Ocidental e a de seus povos ancestrais.

O próprio Munduruku é um exemplo dessa realidade. É formado em filosofia e, casado com uma não índia, vive em Lorena (SP) com os três filhos.…

Acadêmicos indígenas se reúnem em Brasília a partir de hoje

A Universidade de Brasília será palco a partir de hoje, do I Congresso Brasileiro de Acadêmicos, Pesquisadores e Profissionais Indígenas.

Serão mais de mais de 600 indígenas universitários reunidos para debater entre outros temas, a Espiritualidade, Saúde, Línguas, Vida na cidade, Educação, Identidade e Diversidade. Um grande diálogo entre o saber tradicional e as demandas do mundo acadêmico.

No inicio dos anos 80, o então Ministro Golbery do Couto e Silva, um dos cérebros da ditadura determinou através do Presidente da FUNAI, o Coronel João Carlos Nobre da Veiga, a expulsão de 15 estudantes indígenas que viviam em Brasília.

Com o argumento da célebre frase: Posso ser o que você é, sem deixar de ser quem sou, aqueles jovens resistiram e criaram o primeiro movimento indígena do País: a União das Nações Indígenas.

O líder indígena e Diretor do Memorial dos Povos Indígenas de Brasília, remanescente daquela época, o aquidauanense Marcos Terena, será o coordenador do tema Espiritualidade.

Se…