Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

Daniel Munduruku participará do I Encontro de Contadores de Histórias da Amazônia

Começa nesta quinta feira, dia 01, o I Encontro de Contadores de História da Amazônia. Daniel Munduruku fará uma participação no dia 02 falando sobre sua literatura e sua arte de contar histórias. Abaixo segue entrevista que o autor concedeu aos organizadores do evento.
Outras informações podem ser encontradas no blog http://mocoham.blogspot.com/
A contação de histórias que envolve a linguagem indigena resgata de que forma a identidade cultural das crianças e dos adultos amazônidas? Eu penso que não exista, exatamente, uma linguagem indígena quando se fala de contar histórias. O que os indígena têm é uma visão peculiar sobre o mundo, sobre a beleza que ele exala. Falar dessa beleza é uma reverberação do universo que está dentro da gente e que as palavras não dão conta. Contar histórias é mais que encenar uma linguagem, é vivenciar uma experiência. Sob esse aspecto, é dar sentido ao nosso estar no mundo. Creio que o humano que mora no Amazônida é privilegiado por pertencer a um universo tão…

FLIMT - Feira do Livro Indígena do Mato Grosso terá atividades para todos os públicos

Há uma semana para o início da única Feira do Livro indígena existente no país e a única do Estado presente no Circuito de Feiras da Biblioteca Nacional, a Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso divulga a programação oficial do evento que tem início no dia 23 de novembro. A solenidade de abertura acontecerá a partir das 19h30 do dia 23 com a presença de autoridades, escritores e artistas indígenas e não indígenas e é aberta ao público.

Durante o evento, haverá uma abertura espiritual e em seguida Shaneihu Yawanawa, do Acre cantará algumas canções pertencentes ao seu povo; no dia 24 acontece a partir das 9h a Reunião sobre o Plano Estadual do Livro e da Leitura de Mato Grosso - PELL/ MT, que pretende debater o fomento e difusão da leitura no estado; durante os três dias,  acontecem sempre das 10h as 11h as oficinas voltadas para educadores, estudantes, pesquisadores e o público em geral; ás 11h acontece também o Encontro com o Escritor, momento em que autores como Daniel Mundurk…

Feira do Livro de Brasília

16h às 17h 14/11 Arena Cultural Daniel Munduruku Escritor indígena com mais 40 livros publicados, recebeu diversos prêmios no Brasil e Exterior entre eles o Prêmio Jabuti, Prêmio da Academia Brasileira de Letras, o Prêmio Érico Vanucci Mendes (outorgado pelo CNPq); Prêmio Tolerância (outorgado pela UNESCO).
Amigos/as, Estarei nesta segunda feira, a partir das 16 horas, na Feira do Livro de Brasília. Será uma passagem rápida pela Capital do Brasil, mas um grande prazer receber que puder vir ao Parque da Cidade.
Abraços.
Daniel Munduruku

Vasos Sagrados - Mitos Indígenas Brasileiros e o Encontro com o Feminino

Prezados/as,
Segue o convite para o evento que estamos organizando aqui em Lorena - SP.
É para partilhar com vocês mais essa ação em prol das culturas indígenas brasileiras que faz parte de nossa missão pessoal.
Por favor, façam circular pelas listas. Aguardem notícias no blog.

Xipat Oboré (Tudo de Bom!)
______________
Daniel Munduruku


Programação FLIMT 2011

Dia 23 19h30 Cerimônia de Abertura
Shaneihu Yawanawa
Álvaro Tukano

Dia 24 9h Reunião sobre o plano estadual do livro e da leitura de mato grosso - PELL/ MT 10h às 11h Oficina: O indígena no Livro DidáticoProfessora MS. Arali Dalsico - Associação dos Amigos do Museu Rondon (ASAMUR) Contação de histórias – histórias Umutina com Grupo Nação Nativa Umutina 11h Encontro com o Escritor:Daniel Munduruku lança Mitos Indígenas Brasileiros E Histórias que eu Li e  Gosto de Contar - Editora Callis. 14h Bate papo: A leitura literária no processo de formação de um país leitorDaniel Munduruku e Graça Graúna 15h30 Mesa: Grandes projetos em terra indígena: qual a saída?Estevão Taukane e Marcos Terena 16h Encontro com o Escritor:Olívio Jekupé lança Tekoa - conhecendo uma aldeia  indígena, Editora Global e 
A mulher que virou Urutau, Editora panda books.

No escurinho da maloca, a estréia do documentário da música Baniwa

O filme chama-se Podáali: um documentário da música baniwa e foi exibido em noite de gala na Maloca Casa de Conhecimento, na comunidade de Itacoatiara-Mirim, na zona periurbana de São Gabriel da Cachoeira, noroeste amazônico. Seus autores são os cineastas indígenas estreantes Moisés Baniwa e Paulinho Baniwa
Enquanto o mestre Luis Laureano cuidava dos últimos preparativos para a grande noite de estreia na Maloca Casa de Conhecimento, Luzia, sua esposa, circulava elegantemente com cuias de caxiri de cará e macaxeira, distribuindo-as aos parentes que vieram para ajudar na finalização de um dos últimos detalhes que faltavam: a pintura da parede da maloca. Lá dentro, Moisés Baniwa, o filho mais novo de Luis e Luzia, testava os equipamentos para que a projeção saísse perfeita.

Luzia serve caxiri na cuia a mestre Laureano e aos parentes que vieram ajudar


Maloca Casa de Conhecimento, em Itacoatiara-mirim, no dia da estreia

Assim, na noite da última sexta-feira (4 de novembro) estreou Podáali: u…

Novo Livro de Carlos Tiago Hakiy e Maurício Negro - Paulinas Editora

A Feira do Livro Indígena do Mato Grosso vem aí!

III Festa Literária da Escola SESC - Rio de Janeiro

07/11/2011 - Hoje na Escola Sesc - Rio de Janeiro, acontece a III Festa Literária da Escola SESC de Ensino Médio, com Daniel Munduruku e Ana Rondon num "Debate Literário" sobre Literatura Indígena. Aberto ao público, apareçam.


Seminário discute políticas para indígenas na Capital

Foto: Divulgação/PMPA
Seminário aborda cultura e política pública indígena na Capital Em 8 de novembro, será realizado o seminário "Presença Mbyá-Guarani em Porto Alegre: Construção de uma Política Pública", com início às 9h. O encontro será no auditório do Ministério Público Estadual (MPE-RS) – praça Marechal Deodoro, 110, 3º andar, no Centro Histórico.

O seminário é uma realização do MPE com as secretarias municipais de Direitos Humanos e Segurança Urbana (Smdhsu) e de Governança Local (SMGL), o Ministério Público Federal (MPF) e da Fudação Nacional do Índio (Funai). O objetivo é apresentar e discutir aspectos relacionados à vida dos indígenas e os desafios atuais, a diversidade cultural e ocupação urbana e o diálogo para a construção de uma política pública na Capital voltada para estes povos.

Participarão dos debates o procurador da república, Juliano Stella Karan, o cacique mbya-guarani José Cirilo Pires Morinico, e o antropólogo da Ufrgs, Sérgio Baptista da Silva, além d…